segunda-feira, 16 de maio de 2011

Eu já fui lá, e já voltei...

Questionando os motivos
Jacqueline Collodo Gomes

Do sujeito que perguntou se já fui lá:
Eu já fui lá, e já voltei
E não é como contam as fábulas
Veja as marcas dos pés que se arrastaram para voltar

Eu já fui às nuvens, e dei às tempestades
Já fui ao dourado do dia, e dei à escuridão da tristeza
Você não há de o querer conhecer
Fique, e sonhe com outro lugar

Eu entendi, e estou pondo os pés onde a vida me possa firmar
Onde as dunas não são traiçoeiras
Onde há flores para perfumar o ar ao meu redor
Porque as flores, ah, sim, as flores são essenciais

A caminhada não é fácil, meu amigo
E aquele caminho me levou para um árduo deserto
Era tudo pó
E eu, resquício de vida

Eu já fui lá, e já voltei
Despedacei as molduras dos sustos
Travo a batalha do virar a página
Teço minhas poesias do profundo

Agora eu só quero o que me possa encantar.

13/05/11, 22:55

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço por visitar o blog Ah, Poesia! Deixe sua mensagem a respeito do que leu aqui. Volte Sempre! Abraços poéticos.