sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Seis e quinze da manhã

Finalmente entalhado o que em mim permanecia preso e sem identidade. Tenho um espaço de poesia para lhe desejar um Bom dia!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço por visitar o blog Ah, Poesia! Deixe sua mensagem a respeito do que leu aqui. Volte Sempre! Abraços poéticos.