domingo, 6 de novembro de 2011

Peça-me tudo o que tenho lhe escrito durante esses anos

Boa noite! Obrigada a todos que tem se inscrito para acompanhar o blog e também deixado comentários. Fico muito contente a com participação de vocês. Estejam à vontade para navegarem por aqui quando quiserem e também registrarem a passagem. Um abraço!


Peça-me! 

Jacqueline Collodo Gomes

Peça-me mais que o meu amor,
Peça-me e te darei as estrelas que eu alcançar em mim
A vida que a fome por ela desenhou e traçou e fez
E um tapete de mares porei aos teus pés

Peça-me! Peça mais que o meu amor
Querido! E eu te darei desta alegria confusa e tão boa
Que me traz lágrimas e tanto contentamento
Vontade de correr, de flutuar e lhe encontrar no beijo doce de sua doce presença

Peça mais que as donzelas pondo em prova aos seus galanteadores
Peça mais que as linhas rendidas a novas estrofes
Peça! Mais que a voz, que o coração dos trovadores
Querido! Peça-me! Peça por mim!

Que eu tanto lhe quero, e de querer tanto lhe guardo
E de guardar tanto lhe aguardo
E de aguardá-lo sonho com a vida e a alegria
Que o seu mundo fará ao se chocar ao meu!

Peça-me tudo o que tenho lhe escrito durante esses anos
Por todas as frestas em que te observo
Tão único e especial, tens minha medida ideal
Peça para uni-la a minha! Querido, peça-me!

21/08/2011, 05:10.

Um comentário:

  1. Jac querida

    Li os poemas desta página e fiquei deslumbrado. Eu que ando na Poesia há muitos anos considero-te um caso invulgar de inspiração!

    Continua e terás sempre ao teu dispor o meu Blog principal "No caminho das emoções".

    Vai contactando pois estou sempre ocupado. OK?rrss

    Beijo do ZÉ

    ResponderExcluir

Agradeço por visitar o blog Ah, Poesia! Deixe sua mensagem a respeito do que leu aqui. Volte Sempre! Abraços poéticos.