terça-feira, 1 de novembro de 2011

... que ainda saiba o que são flores aos olhos de uma mulher...

Meu bem ideal

- Jacqueline Collodo Gomes

Eu ainda tenho os mesmo sonhos de Cinderela...
Eu ainda sonho com os detalhes do meu bem ideal

Os traços que lhe dei para os cabelos
Os traços que lhe dei para o coração

Eu não desisti de sonhar com ele e por ele
Mesmo que pareça mera construção de poesia

Eu não quero um personagem, um tal perfeito
Eu quero um ser humano, que me ame de verdade

Aquele que faça as coisinhas do jeitinho que me atraem
do seu jeitinho e com um jeitinho de me ganhar sem perceber

Aquele que me faça um mundo de cores aos pés
e um mundo de valsas para os nossos corações permanecerem

Que ainda saiba o que é pegar na mão e alcançar a alma
Que ainda saiba o que são flores aos olhos de uma mulher

Eu ainda sonho e não posso desistir de desenhá-lo
porque a minha verdade existe única e completamente em quem ele é.

01/11/2011, 01:27.

---

Boa madrugada para pensar em amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço por visitar o blog Ah, Poesia! Deixe sua mensagem a respeito do que leu aqui. Volte Sempre! Abraços poéticos.