quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Sentamos à uma mesa do café...

"Teus passos certos, nossos momentos definidos"


Image from: sxc.hu

Instantes Eternos

- Jacqueline Collodo Gomes

Sentamos à uma mesa do café
e ficamos. Copos altos,
mãos ao centro, toque de dedos
pensamentos, e todos os meus comportamentos
demonstram como eu me sinto perto de você.

Espero sinais de afeto. Você mais perto.
Um beijo. Eu te amo. Cubro-me de pejos.
E todos os meus lampejos me mostram
a menina dos teus olhos, tua eterna.

E fico buscando os teus olhares.
Pertencer aos teus lugares.
Inundar-me em teus lagares.
Quero tudo em que há você escrito.

Assuntos fluem, e os instantes acontecem.
É meio da tarde, e as árvores
nos trazem um momento agradável
com flashs de sol, flashs de jovem
fazendo lar no coração almejado.

A cada expiração, sorrisos, esboços
expostos, nascidos por mim, gravo
e aguardo, infiltrado, desejo de permanecer
sempre estar, chegar ao lar.
Coisa assim, nossa, que faz o amor acontecer.

01/02/2012, 05:11.

2 comentários:

  1. Um encanto o teu poema! Parabéns!
    Beijoo do ZÉ

    http://nocaminhodasemocoes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. - vc pediu e eu vim, sabe o que aconteceu? cheguei alegre e saí mais alegre ainda, promovido pelo seu poemar. ...Bróis.

    ResponderExcluir

Agradeço por visitar o blog Ah, Poesia! Deixe sua mensagem a respeito do que leu aqui. Volte Sempre! Abraços poéticos.