domingo, 25 de março de 2012

É pouco o ouro ou o rubi, efeito prata a encobrir...





Image from: sxc.hu

That I'm yours...

- Jacqueline Collodo Gomes

(Para o meu querido)

Se for muito lhe pedir
deixe-me apenas repetir
o que em nenhum instante esteve ocultado:

É pouco o ouro ou o rubi
efeito prata a encobrir
documento em que ditei-lhe, namorado

Que os lençóis azuis dos prismas
ampulhetas e areia que as comprima
levem para bem longe os sorrisos que não sejam os teus...

... e que toda luz nova de cada dia
participe do tom que agora lhe cobrira
reforçando o símbolo de já seres meu.

20/03/2012.

---

In our kingdom of fairy and lands...

Every piece of this poetry
is a part of what you have made in my heart.

I can't deny... Since always I'm yours,
as you are mine.

(All the poem's of my heart for you, always!
All that i've been wrote at 3:00 A.M. and all the time!)

25/03/2012.

7 comentários:

  1. Que lindo, aposto que ele vai adorar.
    Beijinhos linda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Amanda. Que bom que gostou!
      Abraço e volte sempre!

      Excluir
  2. O delicado da última estrofe:

    ... e que toda luz nova de cada dia
    participe do tom que agora lhe cobrira
    reforçando o símbolo de já seres meu.

    Quem não gosta de ler ou ouvir estas palavras?
    Um encanto Jac!
    Beijooo do ZÉ

    Public. no Blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Zé. Um amor dedicado é mesmo singular. Obrigada também pela publicação. Abraço e boa semana!

      Excluir
  3. Queria entender certas coisas que ocorrem...
    Pessoas com saudades de um certo sofrimento.
    Deve ser masoquismo ou seria boa fé?
    Não sei dizer...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem todos enxergam as coisas da mesma forma. Abraço!

      Excluir
  4. Eu sou capaz de me fazer de caos
    para que tu sejas reorganização
    ressaca pra que te acalmes mar
    e perdão pra que te tornes luz.

    Bruno Gaspari

    ResponderExcluir

Agradeço por visitar o blog Ah, Poesia! Deixe sua mensagem a respeito do que leu aqui. Volte Sempre! Abraços poéticos.