sexta-feira, 13 de abril de 2012

De manhãzinha seus braços me pegando pela cintura...


Image from: sxc.hu


Único Tom

- Jacqueline Collodo Gomes

(Para o meu querido)

- Narração de um abraço

De manhãzinha
Seus braços me pegando pela cintura
dando bom dia
envolvendo-me em ternura...

as flores do quintal são testemunhas
de como nos fundimos puramente
à luz que entra suave pela janela
no início de um dia inerente...

quieto como nossas almas
pacífico como o nosso amor
como o toque do teu rosto em meu ombro
como o passar da pele em dança leve, um tenor

mais um ponto do encanto que escrevemos
no universo que escolhemos e entalhamos
e eu me viro pra me encontrar nos teus olhos meus
teu queixo me ampara e levemente dançamos, dançamos...

09/04/2012, 21:24.

2 comentários:

  1. Olá!
    Lindo seu espaço.
    Vim especialmente convida-la
    para conhecer a
    Maratona Poética que acontece
    todos os domingos no Blog Espelhando.
    Passa por la.
    Lindo domingo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Obrigada pela visita, comentário e convite.
      Esteja sempre à vontade para voltar e participar com seus comentários.
      Um abraço!

      Excluir

Agradeço por visitar o blog Ah, Poesia! Deixe sua mensagem a respeito do que leu aqui. Volte Sempre! Abraços poéticos.