quarta-feira, 11 de abril de 2012

Minha herança da vida é o que eu deixo a mim mesma.



Image from: sxc.hu


De e-mails e Heranças

- Jacqueline Collodo Gomes

Minha herança da vida é o que eu deixo a mim mesma.

Mais de 400 e-mails apagados.
06 rascunhos nunca completados.
- Assuntos alterados ao serem enviados.
(Alguns que nunca foram e não serão...)
Pra quê guardamos tantas coisas assim?

Palavras amotinadas, passadas
já não servem para serem trabalhadas...
Com que fim?

O que é que queremos guardar de verdade?
O que é que devemos, em fraternidade?
O que temos guardado, então?

Que notas colocamos aos tablados,
sentimento preferencialmente gerado
que nos põe parte à parte de uma humana canção?

O que é que eu quero ser com tantas palavras deixadas...?
O que é que estas palavras fazem, de fato, por mim?

Minha herança da vida é o que eu deixo a mim mesma.

---

Palavras passam... Ações ficam.
Somos uma ação contínua.

09/04/2012. 20:56.

4 comentários:

  1. Palavras passam... Ações ficam.

    Uma grande verdade Jac querida.

    Beijo do ZÉ

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Zé, obrigada por suas visitas e comentários. Abraço e um bom dia!

      Excluir
  2. Respostas
    1. Amanda, que bom que pensa assim também. Venha sempre, adoro suas visitas. Abraço e bom dia!

      Excluir

Agradeço por visitar o blog Ah, Poesia! Deixe sua mensagem a respeito do que leu aqui. Volte Sempre! Abraços poéticos.