segunda-feira, 28 de maio de 2012

Cena de Livro

E assim eu fico. À dança das impressões. Envolta do não confessado. 
Mas eu preciso viver!


Image from: sxc.hu


Cena de Livro

- Jacqueline Collodo Gomes

(Para quem não me explica nada...)

O que é que você quer aqui? Por que é que não se senta e me diz?
Espaço aberto, olhos vagos... Mirando um lago.
Sórdido aprendiz.

Não vou ser fresta.
Como da janela, esta.
Não vou.

Depois do expôr...
Do falado amor... O que resta?
Um silêncio infeliz.

No qual se imerge os pensamentos
do ter estado ao relento
por algo que tanto se quis.

28/05/2012, 14:36.

2 comentários:

  1. Aposto que atrás desse lago
    existe uma linha de horizonte
    se de longe - meio mal traçada
    aqui mais perto - lindos montes!

    Bruno Gaspari

    Coração de princesa é como o mar:
    Profundo e cheio de mistérios rs;)
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que verso mais bonito! Obrigada. :)

      Excluir

Agradeço por visitar o blog Ah, Poesia! Deixe sua mensagem a respeito do que leu aqui. Volte Sempre! Abraços poéticos.