segunda-feira, 11 de junho de 2012

Apenas me faça rir. Mesmo que o dia lá fora seja triste.


Image from: sxc.hu

Apenas me faça rir

- Jacqueline Collodo Gomes

Apenas me faça rir.
Mesmo que o dia lá fora seja triste.
Mesmo se a cidade estiver protestando.
Mesmo se algum ditador pôr em prática seu plano
causar tumulto, uma guerra, infindos danos...
Aqui dentro... Apenas me faça rir.

Mesmo que o vento sacuda portas e janelas.
Mesmo que neve onde nunca costuma nevar.
Mesmo que o telhado se desprenda, estremeça
e haja ameaça do mundo acabar...
Aqui dentro... Entre nós... Apenas me faça rir.

Que se apaguem os rastros e não existam caminhos!
Silenciem-se as estrelas, à sua conexa luz!
Anulem-se as histórias dos povos, todos, todas elas!
Que tudo se exploda! E não se narre mais jus!
Mas, aqui dentro, entre nós... Apenas me faça rir.

11/06/2012. 00:25.


2 comentários:

  1. Não chame o meu amor de idolatria
    Nem de ídolo realce a quem eu amo,
    Pois todo o meu cantar a um só se alia,
    E de uma só maneira eu o proclamo.
    É hoje e sempre o meu amor galante,
    Inalterável, em grande excelência;
    Por isso a minha rima é tão constante
    A uma só coisa e exclui a diferença.

    William Shakespeare

    Abraço =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Other hugs, rssssssssss.
      Topetinho! =)
      Obrigada.

      Excluir

Agradeço por visitar o blog Ah, Poesia! Deixe sua mensagem a respeito do que leu aqui. Volte Sempre! Abraços poéticos.