segunda-feira, 13 de agosto de 2012

É tão sossegado ver o parque assim, sossegado

Image from: sxc.hu

Uma deixa

Jacqueline Collodo Gomes

É tão sossegado ver o parque assim, sossegado
E as árvores amenizando a luz do Sol de encontro aos rostos
Deixando passar um pouquinho de vento, um pouquinho de ternura...

Varais de luzes coloridas, cintilas leves de bom clima
E a casinha, telhado azul brincalhão
Dando as mãos aos braços, atados da vermelha cinta

Seguros, sonhos e fantasias
Que adornam a visão.

13/08/2012. 00:05.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço por visitar o blog Ah, Poesia! Deixe sua mensagem a respeito do que leu aqui. Volte Sempre! Abraços poéticos.