quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Eu acredito no particular especial


















Image from: sxc.hu

Eu acredito no particular especial. Feito para uma fresta, festa do único a dois, entre olhares e testas.
Eu acredito nesta vontade e força interior de se existir, e existir para os outros. Estar no lembrar - um incentivo, e no primeiro pensamento pela manhã. 
E esta ânsia de alcançar tua retina nunca se cala, nunca se cansa, nunca se deixa parar.
Incorrigivelmente acredito. Na qualidade que não se precisa mostrar. No secreto aguardado a se viver.

Se não houver o acreditar... Não adianta mais.

20/12/2012, 04:00.

2 comentários:

  1. De um lado do instante,
    havia um coração,
    do outro lado também.

    De um lado da íris,
    havia a noite estrelada,
    do outro lado também.

    De um lado do Coração,
    não havia ninguém,
    nem do outro lado.

    Que um coração estava dentro do outro
    que juntos levavam a Vida e por ela voavam.

    ResponderExcluir

Agradeço por visitar o blog Ah, Poesia! Deixe sua mensagem a respeito do que leu aqui. Volte Sempre! Abraços poéticos.